utilizadores online

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Foodporn











segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Obrigadinha


Irrita-me que as pessoas, principalmente as mais próximas de mim, não saibam separar o que me podem dizer em época de exames do que podem dizer no resto dos dias. Custa-me que não percebam que a pressão que sinto me faz andar constantemente de lágrimas nos olhos e qualquer coisinha que me digam chega para desatar a chorar por tempo indefinido e com vontade de mandar tudo à fava. Estou fragilizada e só precisava de algum apoio e não de mais pressão, porque nesse caso prefiro mesmo que não me digam nada só para não me porem ainda mais desmotivada.

sábado, 25 de janeiro de 2014

A única tortura da faculdade são os exames


Esta polémica em torno da Praxe já enjoa. 
Dura praxis sed praxis? 
Nada disso, é mais Dura examis sed examis!

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Pelo menos o exame correu bem


Hoje assustei-me muito. Faltava umas 2 horas para ter exame e estava em casa a rever as últimas coisas... comecei a pensar que não ia ter tempo para ver o que me faltava e comecei a entrar em stress e a tentar ver tudo muito a pressa. Quando dei por mim já estava a chorar, o que é estranho, porque para eu chorar é preciso muito. Mas quanto mais eu pensava que tinha que parar de chorar mais eu chorava. Comecei a chorar compulsivamente, aos soluços, até me sentir a ficar sem ar. Tremia toda, sentia-me a sufocar e não sabia o que me estava a acontecer. Fui para a casa de banho tentar acalmar-me para não acordar a minha colega de casa. Queria ligar à minha mãe mas não a queria preocupar. Quis pedir ajuda à minha colega mas tive vergonha que ela me visse assim. Lá me consegui acalmar na casa de banho onde estive uns 15 minutos a tentar vomitar, o que não consegui porque apesar de ter vómitos a única coisa que consegui beber de manhã foram 2 goles de café. Depois consegui voltar ao estudo e no final obriguei-me a comer umas 4 colheres de sopa. Fui para o exame e correu-me bem mas sentia-me tão fraca física e psicologicamente que quase nem fiquei feliz por isso.
Agora que já estou melhor acho que posso ter tido o meu primeiro ataque de pânico. Fui pesquisar e tive quase todos os sintomas:
- Dificuldade respiratória ou sensação de estar a sufocar 
- Vertigens, instabilidade ou desmaio 
- Palpitações ou ritmo cardíaco acelerado 
- Tremuras ligeiras ou acentuadas 
- Sudação
- Falta de ar 
- Náuseas, dor de estômago ou diarreia 
- Sensação de irrealidade, estranheza ou separação do meio envolvente 
- Sensações de adormecimento ou de formigueiros 
- Ruborização ou calafrios
- Dor no peito 
- Medo de morrer
- Medo de «tornar-se louco» ou de perder o controlo 

Isto já aconteceu a alguém? O que fizeram para se acalmarem? 

Já nem eu me conheço.
Vou sair deste curso maluca, se é que algum dia o consigo acabar.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Estou cansada


A partir de hoje é assim: já chega de tomar sempre as dores dos outros, se eles não se preocupam também não vou ser eu a andar atrás deles. 
Acha que vai passar apenas a estudar na véspera, chega à noite e descobre que afinal não chegou e que não vai lá fazer nada. No outro dia falta ao teste porque não vale a pena acordar cedo para chumbar. Acorda às 16h da tarde porque se deitou às 4h da madrugada a ver séries. Dorme mais de 12 horas em plena época de exames. Não estuda nada outra vez e depois chora e queixa-se que vai chumbar a todas as cadeiras. E é assim que um curso de 5 anos se transforma em 7 ou 8.
E é bem feita, porque não podia ser de outra maneira. Porque injusto seria passar a alguma coisa com esta vida que leva quando andam pessoas a matar-se a estudar, a dormir 4 horas por noite (eu incluída), a tentar fazer o máximo de cadeiras possíveis e mesmo assim a deixar algumas para trás. 
E agora percebo um bocadinho aquelas pessoas que não deixam os baldas copiarem. É injusto.

Inspiração para os recursos












segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Exames


Então até para o ano Orgânica II e Analítica.
Tanta química vai acabar por matar-me.

sábado, 18 de janeiro de 2014

Lema


O meu lema a partir de agora:

Work hard in silence, let success make the noise.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

E depois uma pessoa comove-se em pleno exame


O professor apanhou uma amiga minha com cábulas, sabíamos que lhe pertenciam, e de repente o namorado diz que as cábulas eram deles e assumiu a culpa ao professor. Amores destes incondicionais precisam-se.

domingo, 12 de janeiro de 2014

Eusébio gostou de ver

sábado, 11 de janeiro de 2014

Reset


Acho que vamos todos precisar de uma noite de festa rija quando isto tudo acabar.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014


Não te largo, não te troco, e não te empresto...

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Inspiration












Já não é saber 
onde andou,
com quem saiu,
que horas chegou.

É pra saber se 
você tá feliz.

domingo, 5 de janeiro de 2014


Ultimamente andam a morrer demasiadas figuras públicas por quem eu tinha um carinho especial.

sábado, 4 de janeiro de 2014

Cinema em casa


Só mesmo a época de final de ano para tirar os quatro canais da miséria de cinema que passam durante o resto dos meses. Adorei ver e rever filmes como "A Ressaca", "Velocidade Furiosa", "The Hunger Games".

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Inspiration